Inovação= ∑ Experiências + (Alegrias)ᵝ

Em 1942, o economista austríaco Joseph Schumpeter cunhou o conceito da “destruição criativa”, que descreve o processo de inovação no qual os empreendedores são a força motriz do crescimento econômico ao criarem novos produtos, processos e serviços, e com isto, destruir velhos e antigos modelos de negócios. Segundo ele, é necessário criar novas estruturas que possam destruir as antigas, e para isto, é indispensável um comportamento inovador, que crie condições favoráveis de mudanças.

Para que este processo de inovação ocorra, considero fundamental que a expressão matemática colocada no título se materialize na prática, ou seja, a inovação é igual ao somatório das experiências do empreendedor mais as suas alegrias e realizações, elevadas a potência (β– nível de conhecimento do indivíduo).

O processo de inovação depende, na sua essência, descobrir novas experiências individuais e alegrias do indivíduo. Mas como descobrir o novo, se o medo de errar tomou conta de praticar novas experiências. Como fazer algo diferente do tradicional? Daquilo que está ou foi planejado? O medo pelo inesperado é crescente com a tentativa cada vez maior da padronização sistêmica em quase todos os sentimentos.

Por outro lado, quando saímos deste círculo vicioso e descobrimos que coisas que julgávamos indiferentes adquirem um interesse infinito, aí sim surge a inovação. A inovação surge da observação e cuidado de coisas que julgamos indiferentes.

Se Schumpeter impulsionou a economia numa determinada época com seu motor de “destruição criativa”, penso que hoje este motor, gerador do desenvolvimento de empreendedores individuais tem como base de sustentação um espírito de realização, capaz de gerar motivações e curiosidades para buscas de novas aprendizagens e inovações. A satisfação/alegria do indivíduo é o agente transformador da economia, o motor do crescimento. O empreendedor não se move só pelo lucro. Suas verdadeiras motivações estão no sonho, no desejo de conquistar, na alegria de criar, no entusiasmo de viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cadastre-se e receba as atualizações