SER BRAZIL

05/08/2017

SER BRAZIL

Cheguei dos Estados Unidos no último mês de Julho de 2017, onde permaneci um ano na Universidade da Califórnia em Davis, fazendo cursos sobre inovação e empreendedorismo, e terminando um livro que lançarei brevemente no Brasil.

Durante este período de afastamento, senti angústias e vergonhas de perguntas que os professores e estudantes estrangeiros me faziam sobre a corrupção brasileira, e confesso que não tinha explicações satisfatórias como este processo tinha chegado a tal ponto.

Numa das noites em berço americano, tive um pesadelo com um personagem grego Sêneca que me cobrava ações. Dizia-me ele: “É fácil falar abobrinhas, postar no Face e repetir blá-blá-blás. Quero ver atitudes práticas e resultados que possam mexer com o quadro que você está envolvido.” Acordei amedrontado. O que poderia fazer contra esta corrente de lama que nos envolve? Considerei o momento propício para uma articulação com indivíduos-cidadãos brasileiros que estivessem dispostas a botar as mãos na massa.

Partimos (eu e uma turma de americanos da UD Davis) como Don Quixotes na luta contra os moinhos de vergonha e escândalos que os políticos nos enviavam. Apresentei o projeto SER BRAZIL (Saúde, Educação e Renda) para estudantes americanos e eles entraram num concurso, e para nossa surpresa o projeto foi premiado pela CITRIS, uma fundação americana.

Quais os objetivos e resultados que desejamos implantar no projeto SER BRAZIL (www.serbrazil.org) ?

A- Construir um Centro de Educação Profissional e de Saúde em Mottas, num sítio que possuo – O Centro já foi construído ( totalmente com recursos próprios) para seguintes atividades:

1- Na Saúde- Ação é reduzir o índice de diabete 2 na comunidade de Mottas( 2500 pessoas) através transferências de conhecimentos de alimentação saudável orgânica;

2- Na Educação -Transferir Tecnologias de Hidroponia e Aquacultura da UC Davis para universidades brasileiras e produtores locais;

3- Na Renda- estabelecer canais de distribuição de produtos e alimentos orgânicos da região diretamente dos produtores para os consumidores, com maiores ganhos para os produtores e menores custos para os consumidores num Mercado Produtor em Mottas, no qual já estamos construindo, com eventos artísticos e culturais quinzenalmente.

Começamos as atividades, mas para sua continuidade necessitamos de cidadãos que se disponham a ser voluntários (nas áreas de Saúde-médicos, nutrientes, fisioterapeutas; nas áreas de Educação–técnicos, professores; Renda-designers, administração, empreendedores) para multiplicação deste piloto para diversas outras comunidades.

Penso que só assim, com trabalho de cidadania de formiguinhas é que construiremos um processo democrático, consistente para impedir a lama que assola grande parte de nosso país. Espero contar com sua força. Veja o site www.serbrazil.org e dê suas sugestões. Basta enviar seu email e telefone para: alfredo.laufer@gmail.com

SER BRAZIL